sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Eu confesso: eu quero mais do que estas pequenas possibilidades!
Quero o intenso, o constante, aquilo que mesmo sendo subjetivo e imensurável..
Sabe-se presente!
Eu quero mais do que esta coisa branda que não desata,mas que também não prende.
Esta corda bamba, que a cada passo que dou,balanço e não se tem amparo.
Quero abraços quentes e apertados..nada de frouxidão e meias vontades.
(Felícia Rodrigues)
Por mais que me digam que isto se torna impossível a cada dia,eu continuo querendo e sigo acreditando ser possível!
Fê!



 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Search YouTube

Loading...